Intervenção de António Vilarigues

Intervenção do 1.º Candidato da lista da CDU à Câmara Municipal de Penalva do Castelo:

Camaradas e Amigos,

Senhores jornalistas, trabalhadores da Comunicação Social aqui presentes:

A CDU – coligação eleitoral que reúne o Partido Comunista Português, o Partido Ecologista Os Verdes e a Associação Intervenção Democrática – é comprovadamente um espaço de participação de milhares de cidadãos e cidadãs independentes.

Pelo seu percurso e acção, pelos partidos que a integram e pela empenhada intervenção de milhares de homens e mulheres que lhe dão corpo e vida, a CDU é a força que dá segurança e garantia de uma política de verdade. Sempre presente e solidária com a luta em defesa dos direitos e aspirações das populações, dos trabalhadores e do povo. Sempre presente na defesa e afirmação do interesse e soberania nacionais.

Na CDU, e na intervenção dos seus eleitos locais, está presente um reconhecido património de trabalho e realizações. Uma distintiva qualidade na intervenção e gestão de centenas de autarquias. Uma inegável obra realizada na valorização urbana e cultural de numerosos concelhos e freguesias do país. Uma acção em defesa do poder local democrático. Um percurso marcado pelo trabalho, honestidade, competência e isenção.

Na defesa intransigente dos interesses populares, na acção empreendedora de apresentação de propostas e soluções mas também, nas provas dadas pelo trabalho desenvolvido a CDU afirma-se como uma força portadora de um projecto de futuro com a energia, a capacidade e o saber indispensáveis à construção de uma vida melhor.

Pela coerência do seu projecto e a garantia que o seu percurso unitário e democrático testemunham, a CDU é a única força cujo reforço eleitoral e político pode pôr fim à alternância e abrir portas à construção de uma alternativa política em Penalva do Castelo.

Mas desde já aqui queremos deixar as grandes linhas de força dos nossos compromissos para com os penalvenses:

1.    Queremos pôr a Câmara ao serviço de todos os munícipes. Incentivando a participação dos cidadãos na gestão do município. Estabelecendo um verdadeiro diálogo com as populações e com os interesses económicos, sociais e culturais do concelho.

2.    Queremos a revisão do PDM, discutida e participada pelas populações e acautelar a degradação urbanística do concelho.

3.    Queremos levar o saneamento básico, a água ao domicílio, a recolha de lixos a todas as freguesias e povoações do concelho e construir as estações de tratamento (ETAR) necessárias à despoluição das águas e à defesa do ambiente.

4.    Queremos mais indústrias na região com respeito pelos direitos dos trabalhadores e do meio ambiente, com parques industriais com as infra-estruturas adequadas e terrenos com preços acessíveis às micro, pequenas e médias empresas.

5.    Queremos defender a agricultura, a floresta e os baldios como património das populações e valorizar os nossos produtos de qualidade – designadamente o vinho do Dão, o Queijo da Serra e a Maçã Bravo de Esmolfe – e dinamizar o Mercado Municipal para que se faça a comercialização desses produtos, com condições mais adequadas.

6.    Queremos defender o comércio tradicional e os feirantes, valorizar a indústria hoteleira e desenvolver o turismo como grande potencialidade deste concelho/região.

7.    Queremos melhorar as acessibilidades à vila e às povoações com transportes públicos a servir todas as pessoas (incluindo as pessoas com deficiência), com horários e trajectos adequados às necessidades de cada um e a preços acessíveis a todos.

8.    Queremos apoiar as escolas, lutar pela abertura de mais jardins-de-infância da rede pública, melhorar as suas instalações e requalificar as escolas do 1º ciclo do ensino básico.

9.    Queremos apoiar a chamada 3ª idade, lutar pela abertura de mais lares e centros de dia, garantir o apoio domiciliário, melhorar e requalificar as suas instalações.

10.    Queremos defender e melhorar os serviços públicos de saúde existentes no concelho.

11.    Queremos apoiar o movimento associativo, as associações de bombeiros, as colectividades, o desporto e a cultura.

12.    Queremos melhor o ambiente na vila com um verdadeiro ordenamento do trânsito e do estacionamento e a promoção de acções e iniciativas que incentivem uma mais ampla fruição dos espaços verdes do concelho.

Esta candidatura da CDU não entra em jogos baixos típicos de um certa forma de fazer política. Não entramos na maledicência, na intriga, na calúnia, na crítica pela crítica, nos ataques pessoais.

A nossa visão da política é a de uma actividade nobre, que, no respeito pelo adversário, discute propostas e faz críticas construtivas. Que apresenta propostas alternativas àquilo que é criticado. Que exige a prestação regular de contas às populações que nos elegeram. Que procura manter um diálogo vivo e constante com as populações e os interesses vivos do município (associações, empresários, trabalhadores, populações).

Os candidatos da CDU cultivam uma maneira própria de estar na política que se caracteriza por não se servirem dos cargos para que são eleitos, mas antes pelo contrário, usam esses cargos para defender intransigentemente o interesse das populações.

Sabemos que o desenvolvimento de Penalva do Castelo passa por uma gestão diferente da vida deste município. Trinta e três anos de gestão do PSD/CDS-PP já provaram que não servem para resolver os problemas fundamentais deste concelho.

Mas temos igualmente a consciência de que para que este Concelho se possa voltar para o desenvolvimento é necessária uma outra política nacional que olhe com outros olhos este interior cada vez mais desertificado e abandonado.

Por isso entendemos que votar na CDU nos dias 27 de Setembro e 11 de Outubro é a melhor alternativa. E, se elegermos representantes da CDU para a CM, AM e AF, como esperamos, depressa veremos quão acertada foi essa escolha.

O que dizemos aos penalvenses, a todos os penalvenses, é que há que ter a coragem de mudar o sentido de voto. Votem na CDU, e, depois, julguem-nos pelos nossos actos. E questionem-nos sobre o cumprimento dos nossos compromissos. Estamos certos de que chegarão à conclusão: valeu a pena a mudança! A CDU trouxe melhor vida, mais progresso e desenvolvimento ao concelho de Penalva do Castelo.

Viva a CDU!

Viva Penalva do Castelo!

Anúncios

4 Responses to Intervenção de António Vilarigues

  1. josé Lemos diz:

    Concordo e partilho as preocupações de quantos vivem o Conselho de Penalva do Castelo e apelo para que os que aqui vivem tenham em atenção entre a diferença dos que vivem no CPC e os que vivem do CPC.
    Como cidadão e Municipe, nunca virei a cara à luta, mas reconheço o oportunismo daqueles que se serviram da minha capacidade para enfrentar os vilões, acabando os mesmos por se denunciar como incompetentes e ingratos para com aqueles que detêm o real valor, prejudicando muito o Concelho.

  2. Luis Claro diz:

    concordo com a intervenção de António Vilarigues acrescentando que a União faz a força e a força é feita pelos justos ,Honrados ,veradeiros ,sem outros interesses se não o Honradamente ajudar a desenvolver o concelho de Penalva do Castelo que está tão atrazadinho por pena nossa.CAMARADA juntos podemos com competencia e sernidade mudar a historia deste nosso concelho.É´por isto que eu acredito e luto vamos conseguir vencer esta luta ,basta de sermos mal representados neste concelho .AVANTE CAMARADA.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: